quarta-feira, 26 de julho de 2017

A ontologia da pedra em Manoel de Barros

    O doutorando Rubens Aquino de Oliveira faz hoje, 27 de julho, com início às 14h, no PPG-Letras / Estudos Literários da UFMS, na Unidade 1 do Câmpus de Três Lagoas, a qualificação do seu relatório da pesquisa, intitulado Metáforas da Pedra: das Palavras às Pré-Coisas em Manoel de Barros.

     Presidirá a banca a orientadora, Profa. Dra. Kelcilene Grácia-Rodrigues, e serão os avaliadores os Profs. Drs. Marcelo Marcelo Marinho (UNILA) e Rauer Ribeiro Rodrigues (CPAN / UFMS).

     Rubens parte da constatação de que "os grandes poetas do mundo cravam na rocha sua lírica, suas imagens mais contundentes" e analisa mais de uma centena de versos da obra de Manoel de Barros que tem a pedra como elemento discursivo, seja como invocação, seja como menção, seja como imagem na construção metafórica.

      Tendo como pano de fundo a intertextua-lidade com Homero, Dante, Camões e outros poetas, Rubens argumenta que Barros faz da pedra persona poética, referência temporal e referência espacial, signo de alteridade e, por fim, como se fora - talvez - um paradoxo, ontologia do eu lírico do poeta do Pantanal.

domingo, 9 de julho de 2017

Um estudo sobre a metáfora em Manoel de Barros

TranscUlturAl, vol. 9.1 (2017), 105-122.

This work is licensed under a 

Photographed Metaphors:Meaning, Reference, and Translation in Manoel de Barros

 Axel Pérez Trujillo Diniz
University of Alberta, Edmonton

In a brief letter written in May of 2011, Brazilian poet Manoel de Barros (1916-2014) conveyedhis interest in collaborating with photographer Adriana Lafer on a book that would “express my verbal sketches; — with your images” (Arquitetura 48). Barros’s careful choice of words iscompelling, for he prefers to write “express” instead of “transform” or “translate” in his correspondence with Lafer. The shift in the medium of expression, from words to images,suggests an engagement between writer and photographer that places language at the heart oftheir collaborative book titled Arquitetura do silêncio (2015). To “express”  is to convey almost without mediation, as a transparent lens that allows light to penetrate, only then to slightly refractthe image. It is a playful tension between transparency and refraction, just as in the cover of theirbook — a photograph of what looks like a window, in which the condensation of water is infocus, displaying how light refracts into infinitesimal drops of green. In this article, I will arguethat Barros’ initial choice of words in describing his desire to work closely with Lafer reveals hisludic challenge of meaning and reference in language. In Arquitetura, Barros and Lafer displaythrough words and photographs a mode of gazing that transfigures the world, focusing on theabandoned sites that surround us: “O olho vê, a lembrança revê, e a imaginação transvê. É preciso transver o mundo” (“The eye sees, memory re-sees, and imagination trans-sees. It isnecessary to trans-see the world”) (Arquitetura 4). 

[Continua].

Disponível em: 
https://www.academia.edu/33612493/Photographed_Metaphors_Meaning_Reference_and_Translation_in_Manoel_de_Barros

sábado, 8 de julho de 2017

GPLV faz reunião dia 29


Ficam convocados os integrantes do Grupo de Pesquisa Literatura e Vida, GPLV, e convidados os demais interessados, para reunião do GPLV no dia 29 de julho, sábado, no Câmpus 1 da UFMS de Três Lagoas, das 8:30h às 11h30, para discutirem e deliberarem sobre a seguinte pauta: 

1. Informes; 
2. 9º Seminário do GPLV, a ser realizado no Câmpus 1 da UFMS de Três Lagoas nos dias 25, 26 e 27 de outubro de 2017;
3. Seminário Escrita Feminina, a ser realizado no CPAN, em Corumbá, nos dias 5, 6 e 7 de outubro.
4. Debate: Literatura e Ciência nas crônicas de Marcelo R. L. Oliveira.
5. Eventos e publicações no 2º semestre de 2017.


Três Lagoas, 06 de julho de 2017.
Rauer Ribeiro Rodrigues/Líder do GPLV
Eunice Prudenciano de Souza/Co-Líder do GPLV

terça-feira, 23 de maio de 2017

Espaço urbano de Corumbá na obra de Barros é objeto de comunicação em Semana de Letras do Câmpus do Pantanal da UFMS

            Na Semana de Letras do Câmpus do Pantanal da UFMS, em Corumbá, que acontecerá de 5 a 9 de junho, pesquisadores ligados ao GPLV participam de duas mesas coordenadas; em uma delas haverá comunicação sobre a obra do poeta Manoel de Barros. As mesas serão simultâneas e acontecerão a partir das 20h40 do dia 8 de junho.
Veja, abaixo, a programação das duas mesas, e, no final, o link para a programação completa do evento.

     A Arte do Conto, da Novela, do Romance e da Poesia

Coordenador: Lucas Rodrigues Neves (Mestrando PPG-Letras CPTL/UFMS)
[lucas_neves_1988@hotmail.com; 67-9.9989-6249]

a.      Regmar Fátima Yovio de Souza: A nomeação das personagens em dois contos de Alciene Ribeiro
b.      Cibele Fátima do Prado: A arte da novela em Filho de Pinguço, de Alciene Ribeiro
c.       Sindy Ellen de Luca Araújo: Aspectos do romance de formação na obra de Alciene Ribeiro
d.      Heloísa Fernandes de Carvalho: A construção da protagonista no conto “Mais-que-perfeita”, de Alciene Ribeiro
e.       Jéssica da Silva e Mariana da Silva Santos: O espaço urbano de Corumbá recriado na poesia de Manoel de Barros
f.        Lucas Rodrigues Neves: A nomeação das personagens no conto “Espetáculo de fé”, de Luiz Vilela


  A Literatura, o Ensino e a História

Coordenadora: Luciene Lemos de Campos (Mestre em Estudos Fronteiriços/CPAN)
[lucienelemos10@yahoo.com.br; 67-9.9226-3669]

a.      Queli Cristina Ribeiro: Contos de Luiz Vilela em sala de aula – uma lagartixa nas asas de uma andorinha
b.      Letícia Alvarez Mendes: Características de uma narrativa de formação feminina em O mágico de olho verde, de Alciene Ribeiro
c.       Giselly Dias Mariano: Educadoras: pioneiras da Escola Nova
d.      Nathalia Soares Fontes: A literatura como prática emancipatória
e.       Fabiano Quadros Rückert: Representações da pobreza na literatura brasileira: um campo de estudos
f.        Luciene Lemos de Campos: A Literatura no Ensino Fundamental


terça-feira, 25 de abril de 2017

GPLV tem reunião nesta semana

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE REUNIÃO DO GPLV

CONVOCAÇÃO

Ficam convocados os integrantes do Grupo de Pesquisa Literatura e Vida e convidados os demais interessados para reunião do GPLV no dia 27 de abril, quinta-feira, na Sala de Reuniões do PPG-Letras, no Câmpus 1 da UFMS de Três Lagoas, das 17h​15​ às 19h​45​, para discutirem e deliberarem sobre a seguinte pauta: 
  
  1. Avaliação do 8º Seminário do GPLV e do 50 anos de Tremor   
      de Terra, eventos​ realizado​s​ em Ituiutaba, Minas Gerais,
      nos dias 18, 19 e 20 de abril de 2017; 

      2. Planejamento estratégico do GPLV para 2017-2018;

3.  De​bate: o conceito de amor e o conceito de amizade em O
     diálogo da compaixão na obra de Luiz Vilela (Uberlândia,
     MG: Rauer Livros, 2000), de Wania de Sousa Majadas.
​  
Três Lagoas, 24 de abril de 2017.
Rauer Ribeiro Rodrigues /​ Líder do GPLV
Eunice Prudenciano de Souza / Co-​Líder do GPLV


Rauer.

Doutor em Estudos Literários pela UNESP de Araraquara, com pós-doutorado na UERJ; Professor de Literatura Brasileira na UFMS, no Câmpus do Pantanal, em Corumbá,  e no PPG-Letras Mestrado e Doutorado da UFMS de Três Lagoas; líder do GPLV.

---

sábado, 22 de abril de 2017

Noticia do 8º Seminário do GPLV

    Realizados de 18 a 20 de abril em Ituiutaba, MG, os eventos foram vibrantes e muito produtivos.

         Confira fotos e detalhes aquiaqui aqui.